O que é auditoria fiscal e como estar realmente preparado?

A legislação fiscal e tributária brasileira é excepcionalmente complexa. Segui-la à risca demanda bastante trabalho e tempo de estudo e, caso o empreendedor não aja em conformidade, poderá sofrer diversas sanções impostas pelos fiscais do governo.

Uma grande parte dos empreendedores se intimida ao ouvir falar sobre auditoria, porém o que muitos não sabem é que nem sempre esse ato é prejudicial à companhia — ela também age como um componente essencial para seu bom funcionamento.

Neste post, você entenderá, detalhadamente, o que é auditoria fiscal, porque ela é importante e como se preparar para uma vistoria. Confira!

O que é auditoria fiscal?

A auditoria fiscal consiste em inspeções, avaliações e investigações da documentação das empresas, com o objetivo de conferir se a legislação tributária e fiscal está sendo fielmente cumprida e diagnosticar possíveis ilegalidades no empreendimento, como fraudes ou sonegações.

O ato é oficialmente realizado pelo governo, por uma vistoria de um funcionário público especializado na área — a pessoa com o encargo para fazê-lo é conhecido como auditor ou fiscal.

É possível que sejam realizadas auditorias de iniciativa da própria empresa, que são as chamadas internas e preventivas. Esse serviço está cada vez se tornando mais popular pela sua importância para o crescimento do empreendimento.

Por que ela é importante?

A auditoria fiscal governamental é essencial para evitar que haja concorrência desleal por parte das empresas e importantíssima para manter um embate justo no mercado.

Já a interna tem inúmeras outras funções benéficas: haverá identificação do impacto financeiro e econômico do regime tributário adotado, possibilitando a análise de qual regime tributário será mais adequado e reestruturação da organização da empresa para garantir um aumento do faturamento.

Além do explicado acima, ela também cuida do andamento dos processos legais, atualiza tecnologicamente o setor contábil, automatiza o gerenciamento de contas, recupera os tributos pagos excessiva ou indevidamente e confere se há incentivos fiscais que podem ser desfrutados pela empresa.

Como preparar-se para uma auditoria fiscal?

Muitos acreditam que tudo está em ordem na sua companhia e que nunca sofrerão nenhuma penalidade do fisco, porém as regras tributárias são extremamente complexas e alteram-se periodicamente.

Dessa forma, é possível que o empresário se depare com sanções inesperadas e seja obrigado a arcar com multas pesadas. Para evitar a situação mencionada, trazemos algumas dicas de como se preparar para uma auditoria fiscal. Confira:

Conheça suas obrigações fiscais e atue conforme a lei

As multas pecuniárias são decorrentes de obrigações legais, portanto, não haverá penalidades caso sua companhia efetue todos os pagamentos conforme a lei. Como a legislação brasileira é complicada e extensa, faz-se essencial o auxílio de um profissional na área para conferir se está tudo em ordem.

Utilize um sistema de gestão integrada

Um sistema de gestão integrada consiste em um programa de computador que realizará a conexão entre dados automaticamente. As informações podem ser relativas aos outros setores da empresa ou aos sites da Secretaria da Fazenda Municipal e Estadual. Isso fará com que a empresa esteja sempre atualizada e pronta para vistorias.

Facilite o acesso às informações fiscais e tributárias

O auditor ou fiscal requisitará uma série de documentos contábeis e tributários à empresa. Deixar tudo pronto e acessível a ele fará com que a visita seja finalizada rapidamente e não sejam levantadas suspeitas.

Organize seus documentos

A não apresentação de qualquer documento requerido pelo auditor é considerado como irregularidade. Portanto, apenas estar conforme os ditames da lei não significa que você estará protegido contra eventuais penalidades. Também será necessário apresentar toda a documentação ao fiscal.

Realize uma auditoria preventiva

A companhia pode realizar, periodicamente, uma auditoria preventiva para evitar problemas eventuais, falhas e fraudes frente a Receita do ente federativo. O contratado também identifica inconsistências, corrige dados para entrega, automatiza o processo de movimentações e detecta oportunidades de créditos.

Agora que você sabe o que é auditoria fiscal e como se preparar para uma, terá muito mais tranquilidade ao receber uma visita de um auditor. Mas, depois da leitura deste post, também se pode perceber que realizar uma auditoria preventiva é essencial, tanto para cumprir as obrigações legais quanto para garantir o desenvolvimento da empresa.

Gostou do nosso conteúdo? Assine, gratuitamente, nossa newsletter e receba outros guias informativos como este periodicamente!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Share This