Fisco: Aprenda a lidar com ele da melhor maneira possível. Blog da MG
fisco

As obrigações fiscais de uma empresa são uma das partes mais complexas das rotinas de gestão. Um grande número de regras, siglas e normas dificultam a manutenção de um fluxo de trabalho eficaz e livre de erros. Ainda assim, é possível manter-se em dia com o fisco e evitar problemas.

Quer saber como? Então veja no post de hoje como a sua empresa pode manter-se em dia com o fisco!

A importância de seguir as regras fiscais corretamente

À medida que um negócio cresce, mudam as suas obrigações e as dificuldades para manter todas as rotinas fiscais em dia. Mas evitando erros e criando um bom planejamento fiscal, o gestor pode otimizar o fluxo de caixa, reduzir prejuízos e ainda garantir o sucesso do negócio.

Manter o empreendimento em um regime fiscal bem planejado facilita o acesso às linhas de crédito especiais, que podem impulsionar a competitividade do empreendimento dando recursos para novos investimentos e a expansão da cadeia operacional.

O mesmo vale para a participação em contratos públicos, que, muitas vezes, exigem uma estrutura fiscal em dia. E evitando multas, a companhia reduz os seus custos operacionais e evita danos à sua imagem.

Os impactos causados por problemas com o fisco

A legislação tributária do Brasil é um desafio para quem pretende empreender no país. Modificada regularmente, com regras complexas e inconsistentes, ela exige de empresários um grande investimento em recursos operacionais. Tudo para que o negócio fique em dia com o fisco e evite uma série de problemas.

Quando o empreendimento não cumpre a legislação fiscal, multas e processos judiciais tornam-se frequentes. A qualquer sinal de fiscalização, a companhia pode sofrer encargos por não estar em dia com as suas obrigações tributárias.

Os prejuízos vão além. O acesso a processos de licitação abertos por órgãos públicos pode ser limitado ou inviabilizado por completo, reduzindo a capacidade da empresa de realizar negócios. Isso também inclui a aquisição de empréstimos e financiamentos em instituições públicas ou linhas de crédito privadas com o apoio do governo, reduzindo a liquidez financeira do empreendimento e a sua capacidade de alavancar investimentos.

Há de se destacar, também, os danos à imagem do negócio. Uma vez que a companhia sofre processos judiciais por sonegação de impostos, a sua imagem no mercado é prejudicada, reduzindo as suas chances de realizar negócios.

Como manter o seu negócio em dia com o fisco

Manter a empresa de acordo com as suas obrigações fiscais pode parecer, a princípio, um processo complexo. Mas, com um bom planejamento e medidas de controle eficientes, a companhia pode reduzir as chances de enfrentar os problemas causados por alguma irregularidade.

Confira adiante algumas dicas que preparamos sobre o tema.

Tenha um bom planejamento fiscal

A falta de planejamento é uma das principais razões de negócios fecharem. Esse é um fator que impacta investimentos, a lucratividade e o sucesso de projetos internos. E a área fiscal não deve ficar de fora.

Invista em um bom planejamento fiscal, que inclua o controle de tributos e o pagamento em dia de qualquer encargo. Não se esqueça de avaliar fatores como o regime fiscal escolhido e quais os incentivos que podem ser tomados de acordo com o perfil do empreendimento.

Escolha o regime tributário correto

Escolher o regime tributário correto afeta a lucratividade da empresa e os seus custos operacionais como um todo. Avalie o perfil do negócio, as suas metas de médio e longo prazo e verifique qual o melhor regime para a companhia. Isso evitará gastos desnecessários, além de permitir o acesso a linhas de crédito especiais.

Automatize processos fiscais

A automatização de processos fiscais evita erros e o desperdício de recursos. Com o apoio de um sistema de gestão integrada, a companhia pode avaliar a melhor hora de pagar os seus tributos, evitar atrasos e manter um controle do fluxo de caixa mais preciso. Assim, mais verbas sobrarão para investir em outras áreas.

Viu só? Manter seu negócio organizado e de acordo com as regras fiscais não é tão complicado assim. Siga nossas dicas, avalie seus processos e veja o que pode ser aperfeiçoado.

Quer receber outros conteúdos valiosos que poderão lhe ajudar a manter-se em dia com o fisco? Então acompanhe o nosso blog no Facebook e no Instagram!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Share This