BPO Financeiro: 4 benefícios da terceirização financeira da sua empresa - Blog da MG Auditoria, Consultoria e Contabilidade
BPO Financeiro: 4 benefícios da terceirização financeira da sua empresa

A saúde financeira de uma empresa permite levá-la ao sucesso, mas também pode comprometer seus esforços. Trata-se, portanto, de um setor-chave para o negócio, embora muitos empreendedores foquem suas atenções mais para o lado operacional. É nesse momento que o BPO Financeiro surge como uma boa alternativa.

Lidar com as finanças de um negócio nem sempre é uma tarefa agradável para os empresários. Por vezes, eles nem estão preparados para isso, então, voltar as atenções para a própria operação parece ser a melhor opção para salvar a empresa. Mas não é bem assim. Adotar boas práticas de gestão financeira é indispensável para que o negócio realmente dê certo.

Neste post vamos mostrar os motivos e as vantagens de terceirizar esse serviço e como o BPO financeiro pode ser a melhor alternativa para levar sua empresa ao sucesso.

O que é BPO financeiro?

O Business Process Outsourcing ou, em português, Terceirização dos Processos de Negócios, é o ato de a empresa contratar atividades e funções de serviços que não fazem parte do seu core.

O BPO vem ganhando cada vez mais força, especialmente porque os empresários perceberam que é inevitável dar conta da complexidade de todos esses processos internos. No entanto, o departamento financeiro, quando suscetível a falhas, pode ter reflexos em outros pontos sensíveis da empresa, inclusive interferindo no sucesso do seu direcionamento.

Por isso, é mais vantajoso manter o foco voltado exclusivamente à suas atividades-fim, ou seja, ao negócio que ela se propõe realizar de fato, motivo que faz o dinheiro entrar em caixa. A ideia de investir em um BPO financeiro, portanto, surge dessa necessidade. Ao terceirizar esse setor-chave, a empresa deixa de se dedicar internamente a processos que envolvem:

  • fluxo de caixa: comando das provisões de desembolsos e atualização da posição futura de contas;

  • gerência de contas a pagar: folha de pagamento de funcionários e dos fornecedores, além de gastos de consumo;

  • gestão de contas a receber: manutenção de cobrança, atualização de recebimentos e controle de recebíveis;

  • administração de documentos fiscais: emissão de boletos bancários, vendas e contratos; 

  • conciliação bancária: registros de entrada e saída e análise de saldos bancários;

  • análise de crédito: avaliação para eventuais negócios e extração de posição negativa nos órgãos de crédito;

  • faturamento.

Em seu lugar, quem assume a responsabilidade por todos esses procedimentos é um escritório contábil, contando com a expertise necessária para gerenciar todo o trabalho relativo à gestão financeiro do negócio. Embora realizadas fora das estruturas da empresa, essas atividades passam a ser acompanhadas de perto por profissionais que se integram totalmente a ela.

Qual a diferença entre BPO, consultoria e assessoria financeira?

Como mencionamos, no BPO ocorre a terceirização dos processos de negócios. Nesse modelo, a empresa contrata atividades e funções que impactam não só nas questões financeiras, mas também na estrutura física e na cultura da empresa. É, portanto, como se o setor financeiro fizesse parte da própria estrutura da organização, só que realizado por profissionais autônomos a ela, desenvolvendo e executando projetos na prática.

Na consultoria, por sua vez, o serviço prestado está vinculado exatamente ao que diz o nome: aconselhar. O consultor funciona como uma bússola para a empresa. Ele aponta a melhor direção a ser seguida e orienta o empresário nas ações que poderão solucionar algum problema. Ele analisa os diversos aspectos e setores — alinhando às tendências de mercado —, mas não se envolve de maneira prática. Assim, cabe ao empresário a decisão final sobre o que fazer.

A assessoria, por fim, também não interfere na tomada de decisão, embora não interfira diretamente na resolução dos problemas encontrados. Trata-se de um auxílio técnico em que ele faz um diagnóstico da situação financeira do negócio, identificando oportunidades de melhorias e eventuais problemas.

Em geral, a assessoria costuma estar focada em projetos específicos, fazendo com que o profissional o acompanhe desde seu desenvolvimento até a execução final. Por isso, é muito comum essa relação entre assessor e empresa ser fundada em longo prazo.

Como o BPO financeiro pode ajudar no crescimento da sua empresa?

Investir na ideia de BPO financeiro garante à empresa benefícios que vão bem mais do que apenas uma preocupação a menos. Aliás, bem pelo contrário. Ela tem muitos outros ganhos, refletindo, inclusive, no crescimento da receita e de suas operações. Veja a seguir quatro de suas vantagens.

1. Visão geral da saúde financeira 

Você passa a ter um controle mais profundo e completo de suas próprias finanças, que vai muito além da mera conformidade legal. O BPO financeiro oferece, por exemplo, uma visão ampla da situação da empresa, o que costuma ser feito por meio de dados e gráficos capazes de apontar os gargalos e as falhas.  

2. Melhoria na execução dos processos

O departamento financeiro começa a ser de responsabilidade de um escritório autônomo, com profissionais especializados e de ampla expertise para se dedicar exclusivamente a essa função do seu negócio, sem ameaça de erros ou irregularidades.

3. Redução de riscos

Outro fator de bastante relevância é que a empresa passa a contar com profissionais realmente capacitados e dedicados às finanças do negócio. Dessa forma, há uma redução no risco de falhas humanas, que estão sujeitas a ocorrer quando o departamento interno não tem estrutura suficiente para tanto.

4. Diminuição dos custos operacionais

Ao terceirizar o departamento financeiro, a organização tem um reflexo imediato na redução de custos operacionais internos. Isso porque transfere o orçamento que seria gasto com a infraestrutura, contratação de funcionários e recursos humanos, para destiná-lo à execução dos serviços.

Como você pôde perceber, a empresa nunca deve descuidar das suas finanças, sob pena de sofrer os impactos dessa situação. O BPO financeiro, portanto, se apresenta como uma alternativa efetiva para cuidar desse setor, sem a necessidade de grandes investimentos, nem de ocorrer problemas indesejados ou que possam provocar eventuais irregularidades.

Gostou de saber mais sobre as vantagens da terceirização financeira e quer se aprofundar no assunto? Então, aproveite e baixe gratuitamente o nosso e-book que mostra como a sua empresa pode se beneficiar com o BPO financeiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Share This