Cliente inadimplente: como cobrá-lo sem gerar transtorno? Blog MG
cliente-inadimplente

Existem alguns preceitos básicos que regem toda atividade empresarial. Um dos principais se refere à importância de se valorizar os clientes. Afinal, sem eles o negócio não lucra e, portanto, deixa de existir. Mas como lidar com aquele cliente inadimplente?

Há muitas formas de abordá-lo, mas poucas são as organizações que sabem como fazer isso. No geral, o que se vê é que falta muito tato e empatia por parte das empresas.

Todos sabem que o caixa da empresa precisa girar. Mas é crucial que os gestores pensem de forma estratégica, e não emocional. Se eles forem incapazes de enxergar esse aspecto, está na hora de trocar a gestão. Um dos papéis dos gestores é o de gerenciar crises e, assim, evitar a perda de clientes.

Então, como vencer o desafio de cobrar um cliente querido sem gerar um mal-estar generalizado entre ele e a sua empresa? É isso o que nós mostraremos a seguir. Confira!

Emita avisos de dívida não invasivos

Uma prática bem simples e efetiva consiste em emitir avisos sobre o vencimento dos prazos de pagamento. Isso não significa que a empresa deve ligar para os clientes diariamente, desde o vencimento até a identificação do pagamento.

Essa prática infeliz se transforma em uma verdadeira tortura para qualquer pessoa. Ao agir assim, tenha a certeza de que, mesmo após quitar a dívida, esse cliente jamais voltará a colocar os pés na sua loja.

A ideia, na verdade, reside em estabelecer uma rotina de lembretes não invasivos. Para isso, basta mandar um aviso via aplicativo de mensagens instantâneas ou um e-mail.

Até mesmo o antigo SMS é mais bem-vindo do que uma inconveniente e constrangedora ligação telefônica. Deixe esse último recurso para os casos realmente preocupantes, quando a preservação daquele cliente deixa de ser prioridade.

Tome cuidado com o tom e o conteúdo da abordagem

Resta saber, entretanto, qual será o conteúdo e a linguagem usada nesses lembretes. Se houver qualquer traço de impaciência, o risco de o relacionamento entre a empresa e o cliente piorar aumenta consideravelmente.

O conteúdo deve transmitir a maior tranquilidade possível, e não aquela sensação desagradável de desespero. De um modo geral, as pessoas fogem de indivíduos e empresas desesperadas. Portanto mantenha um discurso pautado pela calma e cordialidade.

Ao término, preferencialmente de forma criativa, é importante ressaltar o quão importante aquele cliente é para o seu negócio. Porém é necessário ter cautela para não expressar essa relevância de um modo excessivamente genérico.

Tente descobrir os motivos do atraso

Para os casos de reincidência da inadimplência, convém verificar quais são as razões para esse padrão comportamental. Não há qualquer garantia de sucesso, mas vale a pena tentar um diálogo franco com o cliente.

Mais uma vez, é preciso ter cuidado com relação à forma de abordagem. Se ela for bem conduzida, o cliente não se sentirá assustado. Lembre-se de que o objetivo é recuperar o dinheiro, até então, perdido.

Caso você consiga fazer com que o cliente se sinta valorizado e seguro, ele pode se sentir estimulado a tentar resolver o problema. Nesse momento de abertura, é fundamental que você ofereça alternativas viáveis para o pagamento.

Portanto toda cobrança de cliente inadimplente deve ser precedida de um planejamento muito bem estruturado. Jamais envie uma mensagem sem vislumbrar qual será o passo seguinte, caso ele seja necessário.

Agora que você já sabe como cobrar um cliente inadimplente, conheça 4 dicas eficazes e objetivas para afastar a inadimplência da sua empresa!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Share This