Descubra o que é, como funciona e quais os benefícios do eSocial - Blog da MG Auditoria, Consultoria e Contabilidade
Descubra o que é, como funciona e quais os benefícios do eSocial

Visando simplificar o envio de documentos trabalhistas das empresas para o Governo Federal, em 2014 foi criado o eSocial (Sistema de Escrituração Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas). Na prática, é uma plataforma que unifica todos os documentos dos trabalhadores que precisam ser disponibilizados aos órgãos federais. No entanto, muitos gestores ainda têm dúvidas sobre o que é o eSocial.

Todas as informações arquivadas pelas empresas relacionadas à parte contábil do empregado, como GRF (Guia de Recolhimento do FGTS) e folha de pagamentos, por exemplo, serão disponibilizadas em uma única plataforma, que é o eSocial. Antes desse sistema ser implantado, tudo era mais burocrático, lento e não existia uma plataforma que permitia a unificação de todos esses dados.

Abaixo, explicamos como o eSocial funciona, os sistemas que foram substituídos por ele e quais as vantagens para as empresas. Confira!

Como o eSocial funciona?

O eSocial foi criado para agrupar informações sobre 15 obrigações trabalhistas, fiscais e previdenciárias que todo empregador precisa gerar para cada colaborador. Todos esses dados coletados passam a compor um único banco de informações gerenciado pelo Governo Federal.

Antes do eSocial, muitas dessas informações eram registradas no papel, mas a partir da nova plataforma, todas elas são informatizadas e devem ser atualizadas periodicamente pelo empregador. O eSocial começou a ser implementando gradualmente nas empresas, mas desde julho desse ano ele já é de uso obrigatório.

Quais sistemas foram substituídos?

Ao todo, 15 sistemas de informações foram substituídos e unificados pelo eSocial. São eles:

  • GFIP – Guia de Recolhimento do FGTS e de Informações à Previdência Social;
  • CAGED – Cadastro Geral de Empregados e Desempregados para controlar as admissões e demissões de empregados sob o regime da CLT;
  • RAIS – Relação Anual de Informações Sociais;
  • LRE – Livro de Registro de Empregados;
  • CAT – Comunicação de Acidente de Trabalho;
  • CD – Comunicação de Dispensa;
  • CTPS – Carteira de Trabalho e Previdência Social;
  • PPP – Perfil Profissiográfico Previdenciário;
  • DIRF – Declaração do Imposto de Renda Retido na Fonte;
  • DCTF – Declaração de Débitos e Créditos Tributários Federais;
  • QHT – Quadro de Horário de Trabalho;
  • MANAD – Manual Normativo de Arquivos Digitais 
  • Folha de pagamento;
  • GRF – Guia de Recolhimento do FGTS;
  • GPS – Guia da Previdência Social.

Quais as vantagens para as empresas?

O ponto alto, tanto para as empresas quanto para o Governo Federal, é que o eSocial simplifica os processos burocráticos, contribuindo para deixar a produtividade mais eficiente. Além do mais, como as guias de recolhimento de tributos são geradas automaticamente na plataforma, diminuem-se os riscos de cálculos errados.

Outra vantagem diz respeito à padronização dos processos, já que todas as empresas executarão essas tarefas burocráticas da mesma forma. O eSocial também é um avanço tecnológico, que além de integrar os processos, garante maior segurança jurídica às empresas, permite registro imediato de novas informações e disponibiliza em tempo real todos os dados que os órgãos federais necessitam.

Por outro lado, os trabalhadores também são beneficiados, tendo em vista que suas informações são administradas com maior transparência e segurança. Dessa forma, seus direitos estão garantidos.

Resumindo, o eSocial é uma ferramenta com inúmeros benefícios tanto para quem precisa lidar com as burocracias que envolvem registro de funcionários, quanto para o Governo Federal, que consegue ter acesso a informações importantes mais facilmente. 

E você, gostou do post? Se ainda tem dúvidas sobre o que é o eSocial ou sugestões, aproveite para deixar seu comentário!

BPO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Share This