4 dicas para fazer sua declaração de imposto de renda 2019. Blog da MG
imposto de renda 2019

O ano apenas começou, mas já é hora de começar a se preparar para fazer a declaração de imposto de renda 2019. É necessário um certo nível de organização e planejamento para enviar a declaração, afinal, o Governo Federal estabelece um período para que isso seja feito e também exige informações específicas que precisam ser comprovadas e cadastradas corretamente.

O contribuinte que é obrigado, mas não faz a sua declaração de imposto de renda, está sujeito a inúmeros problemas, como a aplicação de multas e, até mesmo, o seu CPF (cadastro de pessoa física) se tornar irregular. Por isso, é importante estar atento quanto aos prazos para envio da declaração, quais são os documentos necessários e informações que precisarão ser registradas.

Para você que tem dúvidas sobre o que fazer para não deixar a declaração para a última hora, selecionamos algumas dicas que podem ser colocadas em prática a partir de agora mesmo. Confira!

1. Quem deve declarar imposto de renda 2019?

Antes de se preocupar em separar seus documentos para a Receita Federal, é preciso saber ao certo quem deve ou não fazer a declaração, pois ela não é necessária para todos os brasileiros. De forma geral, os contribuintes elegíveis para isso são aqueles que tiveram rendimento a partir de R$ 28.559,70 no ano anterior.

Além disso, quem possuía bens acima de R$300 mil ou obteve rendimentos acima de R$40 mil em 2018 também deve fazer a declaração. Inclusive, esses rendimentos podem ter sido provenientes de indenizações trabalhistas ou dos juros de uma poupança, por exemplo, entre outras situações específicas.

2. Qual é o prazo para fazer a declaração?

Normalmente, o Governo Federal determina dois meses para que as declarações de imposto de renda sejam feitas, do início de março ao final de abril. Inclusive, uma dica interessante é fazer isso logo que puder, pois o Governo Federal libera os valores de restituição, quando há, de acordo com a ordem de envio. Ou seja, os primeiros a fazerem as declarações têm prioridade na restituição.

3. Quais documentos necessários?

Os documentos necessários para a declaração de imposto de renda são:

  • CPF do contribuinte;
  • CPF dos dependentes;
  • dados das fontes pagadoras (CPF ou CNPJ);
  • documentos e notas fiscais que comprovem os valores declarados;
  • comprovantes de rendimentos do ano anterior;
  • comprovantes dos gastos dedutíveis;
  • comprovantes com gastos de educação, saúde e previdência social;
  • documentos que comprovem a posse de bens, como veículos e imóveis;
  • documentos que comprovem outras fontes de recebimentos, como pensões alimentícias e aluguéis.

4. Como enviar a declaração?

O envio da declaração é bem simples e deve ser feito online. O primeiro passo é baixar no computador, smartphone ou tablet o programa oficial disponibilizado pela Receita Federal. Em seguida, deve-se preencher um cadastro começando pelo número do CPF.

A partir disso, devem ser incluídas as informações referentes ao ano solicitado. No entanto, é possível importar dados que foram cadastrados anteriormente, somente é preciso ter cuidado para que não haja divergência de informações.

Após a declaração ter sido enviada, o contribuinte é notificado a respeito de uma possível restituição, que é paga até o final do ano. Viu só como não é difícil? É preciso apenas se organizar para fazer tudo dentro do prazo.

E se você gostou deste post sobre imposto de renda 2019, aproveite para ler também o que já escrevemos sobre como solicitar a restituição!

BPO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Share This