Entenda o que é Due Diligence e como sua empresa pode aproveitar
o que é due diligence

O que é due diligence? Quando você deve utilizar esse processo? Como executá-lo em seu negócio? O processo de due diligence é um desses termos que muitos entendem superficialmente, mas poucos sabem colocá-lo em prática.

Com o aquecimento da economia e as várias iniciativas de expansão de empresas, a due diligence é uma ferramenta segura para viabilizar o crescimento de um negócio.

Por isso, neste artigo, você conhecerá como o processo de due diligence é feito, além de abordar como ele é um meio importante para conseguir investidores. Acompanhe!

O que é due diligence?

A due diligence (devida diligência, em português) refere-se aos cuidados que uma pessoa deve ter antes de firmar um acordo ou uma transação com outra parte. Em linguagem mais clara, due diligence significa fazer a lição de casa antes de uma operação empresarial.

Antes de um investidor colocar seu dinheiro em qualquer coisa, ele precisa se tornar um especialista sobre o negócio, fazendo uma análise financeira aprofundada. Assim, a due diligence é usada para descrever a investigação feita antes da fusão ou aquisição de outra empresa, reunindo as informações necessárias sobre os riscos reais ou potenciais envolvidos em um investimento.

Essa tarefa deve ser realizada não apenas pelo interessado em adquirir uma empresa, mas também quem está repassando seu negócio. Dessa forma, é dever dos executivos de uma empresa agir com prudência na avaliação dos riscos associados durante essas transações.

Como o processo de due diligence ocorre na prática?

Suponha que você está planejando vender sua empresa. O seu negócio é atraente para investidores porque está perfeitamente posicionado em uma área da cidade privilegiada.

No entanto, antes de entrar em contato com um potencial investidor, você precisa executar um processo de due diligence. Para isso, você precisa questionar certos pontos sobre sua empresa.

  • A empresa tem um bom fluxo de caixa?
  • Os lucros estão aumentando ou diminuindo?
  • Qual o tamanho do mercado para os produtos ou serviços da empresa?
  • A escrituração contábil da empresa está em ordem?
  • O negócio está em dia com o pagamento de impostos?
  • Como está a documentação contábil e trabalhista?

Quais os motivos pelas quais as empresas podem se beneficiar?

A due diligence pode ser tão simples quanto apenas fazer as perguntas apropriadas e garantir que uma situação “não seja boa demais para ser verdade”. Essa ideia de verificar os fatos por trás de uma transação ajuda a garantir o melhor negócio possível.

No entanto, existem outros benefícios de utilizar um processo de due diligence. Veja alguns deles!

Visão geral dos negócios

Esse tipo de investigação, provavelmente, incluirá auditorias de profissionais licenciados em diversas áreas, como em operações financeiras, assuntos legais, instalações de produção, reconciliação financeira, entre outros.

Dessa forma, é possível ter uma descrição geral da empresa, incluindo informações importantes sobre seu negócio, dados financeiros, estrutura e seus principais valores.

Análise de riscos

O risco é a principal causa de incerteza em qualquer organização. Assim, em um processo de due diligence, as empresas se concentram em identificar riscos e gerenciá-los antes mesmo de afetarem os negócios.

A capacidade de reconhecer os riscos ajudará as empresas a agir com mais confiança em futuras decisões de negócios, além de fornecer opções sobre como lidar com problemas potenciais.

Atração de investidores

Atrair investidores para qualquer negócio é difícil, mas se você fez sua lição de casa, essa tarefa será muito mais fácil. Mostrar aos potenciais investidores que seu produto ou serviço tem demanda e que você sabe quem são os consumidores e como abordá-los é fundamental.

Se houver competição, mostre como você é diferente ou melhor. Conheça o potencial de crescimento para o seu negócio. Tenha uma estratégia de marketing pronta para tranquilizar seus possíveis investidores de que você conhece seu mercado e tem uma visão clara do futuro.

Dessa forma, ficará mais fácil para que os investidores projetem o futuro da sua empresa e decidam se vale ou não a pena investir nela. Para isso, basta saber o que é due diligence e como aplicá-la na prática.

E você, já sabia o que é due diligence? Quer receber mais dicas de como investir e alocar recursos para o seu negócio? Então, confira este outro artigo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Share This