Reduzir o gasto com funcionário sem perder a produtividade. Blog da MG
gasto com funcionário

Há uma dúvida comum que permeia a rotina de muitos gestores: se o faturamento precisa ser ampliado, necessariamente esse fator deve estar atrelado ao aumento do número de funcionários? Nem sempre, pois existem muitas questões que permeiam essa relação.

Isso vai depender do tipo de negócio, da organização dos processos na sua empresa e, principalmente, do índice de produtividade da sua equipe. A questão deve ser estudada com cuidado para que haja equilíbrio entre o aumento da equipe e o faturamento do negócio.

Confira algumas dicas e saiba como fazer isso!

Quantidade de funcionário versus demandas

Essa é a primeira relação que deve ser analisada: a quantidade de funcionários deve ser adequada às demandas da empresa. Independentemente do ramo da organização, é possível mensurar a necessidade de mão de obra de acordo com cada entrega, lembrando que um desenvolvimento organizacional eficiente não permite que a equipe fique ociosa e nem sobrecarregada.

Essa análise deve considerar a sazonalidade da produção e outras especificidades de sua área de atuação. Se você atua no comércio, por exemplo, sabe que os meses de novembro e dezembro exigem mais funcionários, então, poderá fazer um planejamento que desloque um colaborador da área administrativa para o atendimento nesse período.

Avaliação de produtividade

Se a sua empresa ainda não mensura a produtividade dos funcionários, é preciso pensar seriamente em como fazê-lo. A companhia pode criar formas de acompanhamento dessa produtividade, seja por meio da entrega de projetos, seja por meio da análise de resultados de metas acordadas com a equipe.

O importante é ter ferramentas capazes de mensurar a produtividade de forma objetiva. O funcionário pode entregar cinco projetos concluídos no mês ou vender R$ 50 mil no mesmo período, a depender do tipo de negócio. Ferramentas como Trello e Flowup-me podem ajudar nesse acompanhamento.

Acompanhamento constante

Se a organização já faz o acompanhamento regular da produtividade de seus colaboradores, é preciso analisar, de forma mais detalhada, esses dados para saber onde alocar recursos humanos e financeiros. Se você notou que a produção caiu em algum setor ou etapa, faça uma investigação para detectar o que houve. Nem sempre isso implicará mais gasto com funcionário; muitas vezes, requer apenas uma adaptação.

É interessante entender há quanto tempo a produtividade está mais baixa, mensurar o impacto disso para o faturamento, conversar com o funcionário envolvido, identificar os possíveis motivos e buscar apoio de outros setores, como o RH, se for o caso.

Soluções para a regularização

Às vezes, a solução para o aumento de produtividade da equipe pode estar atrelada à motivação do time para realizar a tarefa, ao estabelecimento de um novo fluxo de trabalho, aos treinamentos de capacitação ou à aquisição de novos maquinários ou ferramentas.

Em muitos casos, uma conversa com a equipe pode ajudar muito, de forma que a queda da produtividade e do faturamento seja exposta e que as soluções sejam discutidas por todos. Incentivar uma equipe mais colaborativa e integrada é uma boa maneira de melhorar esses índices.

Manter o equilíbrio entre o gasto com funcionário e o faturamento é um desafio para qualquer instituição, por isso, é essencial buscar formas regulares de acompanhar a produtividade e as entregas da equipe.

Gostou do nosso post? Se este conteúdo foi útil para você, compartilhe-o com os seus amigos em suas redes sociais!

BPO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Share This