O que fazer para não cair na malha fina do IR? - Blog da MG Auditoria, Consultoria e Contabilidade
O que fazer para não cair na malha fina do IR?

Ao contrário do que alguns pensam, a malha fina do IR não pega só quem está tentando se esquivar do pagamento de impostos. Preencher informações erradas e esquecer dados importantes também são causas comuns de interrupção da declaração para análise.

Então, se você quer saber o que é essa tal de malha fina, quais são os erros mais comuns e como preencher a declaração do imposto de renda da forma correta, acompanhe este artigo que preparamos!

O que é a malha fina do IR?

Como você já deve ter imaginado, a malha fina é uma espécie de “peneira” para os processos de declaração do IRPJ e do IRPF que estejam com algum tipo de pendência.

A declaração do imposto passa por diversas verificações, que vão desde cruzamentos com informações bancárias (como cartão de crédito) até as informações emitidas pelo declarante. Quando esse processo cai na malha fina, sua restituição fica impossibilitada.

De fato, o contribuinte tem a possibilidade de retificar essa declaração. Em alguns casos, contudo, é necessário uma investigação mais completa por parte da Receita Federal, resultando em cobranças de atrasos e multas.

Quais são os motivos para cair na malha fina?

Preenchimento de números errados

Mesmo que sejam só alguns centavos ou o uso de um ponto final em vez de vírgula, a diferença entre a informação que você envia e a que as empresas enviam ao Fisco já é suficiente para cair na malha.

Assim, o melhor a se fazer para que isso não aconteça é digitar tudo com muita atenção e conferir os valores depois de inseridos.

Omissão de Rendimentos

É compreensível que, às vezes, são tantos os rendimentos que devem ser declarados que um ou outro acabe ficando no esquecimento. Mesmo assim, é essencial se esforçar para que isso não aconteça.

Ainda que você não consiga reduzir a carga tributária do IR, lembre-se de que todo tipo de rendimento deve ser informado — mesmo que tenha sido de um emprego de curta duração ou de um trabalho autônomo. Rendimentos dos dependentes também são de suma importância.

Incoerência em valores relacionados à saúde

Informar gastos com saúde diferente dos reais são alguns dos principais motivos de declarantes caírem na malha fina.

Esses tipos de incoerências são rapidamente identificadas, pois os laboratórios, os planos de saúde e os médicos também devem declarar quanto receberam de seus pacientes.

Nesse sentido, é importante se atentar aos serviços de saúde que podem ser declarados e se há comprovante de pagamento para cada um deles.

Informar gastos não dedutíveis

Nem todos os gastos entram nas listas de deduções, por isso, consultar a lista de quais despesas podem ser deduzidas é uma forma de garantir que informações erradas não sejam inseridas.

Previdência Privada, saúde, pensão alimentícia e despesas com aparelhos ortopédicos são alguns exemplos de gastos dedutíveis. Já outros, como academia, viagens e remédios, não entram nessa lista.

Quais outros aspectos podem chamar a atenção da Receita?

Mesmo que todas as informações inseridas estejam corretas, a Receita ainda tem outras formas de verificar se aquilo que foi declarado está de acordo com as reais condições financeiras do declarante.

Movimentações financeiras surreais e ostentação nas redes sociais (como viagens constates e compra de produtos de alto valor) podem chamar a atenção da Receita Federal, fazendo-a investigar mais profundamente a sua declaração de renda.

Por tudo isso, podemos ver que não cair na malha fina do IR é puramente uma questão de atenção e transparência.

Se você começar a se preparar antes da data da declaração (nesse caso, um planejamento tributário pode ajudar sua empresa) e se atentar nas informações — tanto para não esquecê-las quanto para não digitá-las errado —, não terá problemas com o Fisco.

Enfim, gostou do artigo e das nossas dicas? Então, que tal seguir a gente mais de perto no Instagram e no Facebook para não perder os próximos conteúdos? Nos vemos por lá!

BPO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Share This