Saiba como diminuir rotinas financeiras manuais com um sistema erp - Blog da MG Auditoria, Consultoria e Contabilidade
Saiba como diminuir rotinas financeiras manuais com um sistema erp

As empresas precisam profissionalizar a forma como promovem a sua gestão interna para sobreviver a fatores externos que interferem no bom andamento dos negócios — como é o caso de uma crise econômica e política e de um mercado cada vez mais agressivo e competitivo. Assim, para facilitar esse processo, investir em um sistema ERP pode ser uma boa alternativa para a organização.

O ERP, software de gestão de processos administrativos, passa a ter um importante papel para a empresa a partir do momento em que consegue ajudá-la a alcançar melhores resultados, organizar seus processos e sua rotina, aumentar a eficiência produtiva e reduzir custos.

Este post explica o que é o sistema ERP, como ele funciona na prática e os 4 principais benefícios que oferece. Confira!

O que é um sistema ERP?

ERP é a sigla para Enterprise Resource Planning que, no português, costuma ser traduzido para Planejamento de Recursos Empresariais. O sistema ERP, portanto, é um software de gestão empresarial que ajuda as organizações a automatizar a sua rotina produtiva, financeira, gerencial e estratégica.

Ele permite, por exemplo, que todas as informações da empresa estejam centralizadas em um banco de dados único, que as conecta e as entrelaça, levando a um fluxo de controle necessário para o bom andamento da gestão. Para fazer isso, o ERP se estrutura em diferentes módulos, que correspondem aos diversos setores da empresa. Então, há módulo para áreas como:

  • processos;
  • compras;
  • vendas;
  • controle de estoque;
  • financeiro;
  • Recursos Humanos;
  • jurídico.

Cada módulo, por sua vez, é alimentado pelo respectivo setor ao qual corresponde com base em suas características e processos próprios. Ao mesmo tempo, porém, esses dados também se integram com as demais informações e operações da empresa, gerando os indicadores de performance em tempo real.

Isso possibilita ao gestor monitorar os resultados e gerenciar todas as rotinas da empresa, desde o levantamento de clientes até as receitas e custos da operação, o que reflete no direcionamento do negócio. Afinal, o sistema ERP se transforma em um suporte sólido para auxiliar na tomada de decisões, ajudando os gestores a otimizar recursos, antever cenários e potencializar as chances de alcançar o sucesso.

De que forma o sistema ERP ajuda a diminuir rotinas financeiras manuais?

Um dos módulos que compõe o sistema ERP, como visto, é o módulo de gestão financeira. Afinal, para que consiga profissionalizar a sua gestão, a empresa precisa monitorar com facilidade e agilidade as atividades mais essenciais de cada setor.

E isso, muitas vezes, não é possível por meio de uma rotina essencialmente manual. Além de mais demorado, o processo ainda está sujeito à maior quantidade de riscos e falhas.

Assim, por meio do módulo de gestão financeira de um software ERP, o responsável consegue ter uma visão ampla da saúde fiscal da empresa de uma forma mais fácil e acertada. E isso é possível a partir do controle imediato e da integração do fluxo de caixa, que permitem acesso às respectivas receitas e despesas provenientes de cada centro de custo.

Ao conseguir rastrear cada lançamento, desde a sua origem até o destino final, a organização consegue minimizar o risco de erros e falhas nas informações financeiras.

Quais são os benefícios de investir em um sistema ERP?

Como vimos, o sistema ERP ajuda a integrar a gestão da empresa e, assim, os gestores conseguem ter acesso a informações e dados importantes com apenas alguns cliques.

Nesse sentido, veja quais são os 4 principais benefícios oferecidos pelo sistema ERP.

Melhor controle financeiro

Assim como em qualquer área de uma empresa, o setor financeiro está sujeito a falhas humanas, especialmente envolvendo erros em cadastro, envio de informações incompletas e multas e sanções por atraso no cumprimento dos prazos e pagamentos.

Dessa forma, o sistema ERP dá mais segurança e controle a esse processo. Ao automatizá-lo, o gestor consegue acompanhar com maior precisão a movimentação bancária, o volume de vendas, a necessidade de estoque e as contas a pagar e a receber, por exemplo.

Além disso, o software gera relatórios financeiros que ajudam a identificar desperdícios e fazer ajustes, levando a decisões mais rápidas e eficientes.

Mais produtividade e integração para a equipe

O software ERP permite que os setores não atuem de forma isolada ou autônoma ao resto da rotina empresarial. Ao padronizar os processos em todos os setores, o sistema uniformiza e aperfeiçoa também as atividades e os procedimentos a serem realizados. Isso permite identificar recursos e processos subutilizados, rever as etapas produtivas e implementar estratégias que possam estar causando retrabalho, por exemplo.

E os reflexos podem ser percebidos na própria rotina de trabalho: ela fica mais ágil e assertiva, já que os funcionários não perdem mais tempo com tarefas burocráticas e repetitivas — que, muitas vezes, se tornam alvo fácil de esquecimentos e erros humanos.

Planejamento mais eficiente

O sistema ERP permite uma análise e um diagnóstico completo da situação de todos os processos realizados pela empresa. Com isso, é possível identificar problemas e gargalos com base em dados mais assertivos e, assim, fazer um planejamento mais realista e com mais chances de sucesso.

Isso evita prejuízos, desperdício de dinheiro e, até mesmo, compras mal planejadas.

Redução de custos

Acompanhar o fluxo das tarefas e os custos reais de cada atividade expande a visão do gestor a respeito dos resultados alcançados e da real situação financeira da empresa. Assim, em relatórios personalizados e automáticos, o sistema ERP ajuda a identificar despesas e fluxos desnecessários da rotina. Isso, claro, impacta em economia e redução de gastos administrativos.

Como se vê, a implantação de um sistema ERP moderniza o negócio como um todo e também consegue ampliar as chances de alcançar seus objetivos e outros resultados positivos. Por meio desse apoio, é possível ver a automatização dos processos e a integração dos setores refletirem na melhoria da gestão financeira e no aumento da competitividade da organização.

Gostou de conhecer melhor os benefícios e o funcionamento do sistema ERP? Então, saiba também como a empresa pode otimizar a operação de contas a pagar e receber e obter resultados ainda melhores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Share This